Categoria: Saúde bucal

Clareamento dental a laser ou caseiro. Qual escolher?

Clareamento dental a laser ou caseiro. Qual escolher?

Especialista no assunto explica a diferença entre os dois tipos de tratamento
A busca por um sorriso mais claro se tornou muito comum e dominou o desejo da maioria das pessoas. É importante lembrar que o clareamento dental está cada dia mais simples. Por outro lado, mesmo que o processo esteja mais acessível, nós precisamos lembrar que nem todo mundo pode adotá-lo.

Leia também: O que é a cárie dental?

Thinkstock/Getty Images
O clareamento dental é seguro quando feito no consultório ou em casa, desde que seja feito com supervisão de um dentista
Tanto a processo caseiro quanto o clareamento dental a laser exigem cuidados. O Doutor Bruno Puglisi explica as regras e as contra indicações que o tratamento exige; confira:

Clareamento dental caseiro
O clareamento caseiro requer mais paciência porque leva mais tempo para se obter resultados do que o laser feito em consultório. Ele é feito com o auxílio de moldeiras de silicone preenchida com um gel clareador e tem que ser aplicado todos os dias durante 2 semanas ou de acordo com a indicação do dentista.

Leia também: WhiteDent é bom

Leia também: Conhece a harmonização facial? Conheça todos os detalhes

Dr Bruno Puglisi afirma que é um procedimento seguro se for feito sob orientação de um profissional. “Podem ocorrer alguns desconfortos como a sensibilidade nos dentes ou inflamação na gengiva”.

Clareamento dental a laser
Esse método é feito, exclusivamente no consultório, utilizando um gel com concentração maior de ativo clareador. O tratamento a laser traz efeitos de forma mais rápida podendo levar de 1 a 3 sessões de 15 a 45 minutos que irão depender do equipamento do profissional para obter o resultado esperado.

Contra indicações:

* Dentes manchados por tetraciclina (manchas cinzas).

* Problemas de formação do esmalte (manchas brancas).

* Pacientes com problemas periodontais.

* Sangramento na gengiva.

* Pacientes com restaurações em resina , facetas , lentes ou coroas em porcelana não irão alterar a cor , podendo ficar coloração diferente após os dentes serem clareados.

* Dentes cariados.

* Crianças.

* Grávidas.

O que não fazer durante o tratamento:

* evite alimentos com corantes como sucos, refrigerantes, molho de tomate.

* café e chá.

* evite fumar.

* legumes como brócolis , espinafre , cenoura e beterraba.

* diminua o consumo de vinhos tintos e sucos naturais de uva ao mínimo possível.

Leia também: Confira os alimentos que ajudam a preservar o resultado do clareamento dental

É muito importante que seu dentista participe da escolha do procedimento que você vai adotar para o clareamento dental. Somente ele é capaz de avaliar o processo ideal para cada tipo de pessoa.

RESENHA E APLICAÇÃO: CarboBlan CLAREAMENTO DENTAL

RESENHA E APLICAÇÃO: CarboBlan CLAREAMENTO DENTAL

 

Já tem um tempo que mostrei pra vocês o CarboBlan no recebidos da semana e depois de testar várias vezes resolvi soltar o vídeo onde aplico o produto e também falar o que achei do resultado que ele proporciona.

Acho que todo mundo sabe que o CarboBlan funciona é um pó de carvão ativado que virou febre prometendo clarear os dentes de modo caseiro, sem química ou laser. Segundo o fabricante tem também óleo de coco na fórmula.

Mas será que funciona? Estraga os dentes?
Modo de usar: eu mostrei no vídeo como usa, mas é muito simples! Ele já vem com uma escovinha então é só “molhar” a escova no pó e esfregar nos dentes como se estivesse escovando. Creio que um ou dois minutos por vez sejam suficientes. E você pode usar uma ou duas vezes na semana.

O que eu achei: Assim que chegou eu corri para usar e testar nos meus próprios dentes. Depois testei nos dentes do marido e também na minha irmã, e posso falar que foram 3 resultados diferentes!

Eu tenho clareamento daquele feito com moldeira e gel durante quase um mês de aplicação, mas tem uns dois anos que não faço -ou mais-. Em mim eu senti um leve efeito de clareamente mais por “matização”. Isso mesmo, a cor preta anulou levemente o amarelo do dente, e em algumas partes chegou ficar meio acinzentado, porém ainda mais claro. Mais ou menos como acontece na matização de cabelo loiro.

Nos dentes do meu marido, que nunca fez clareamento na vida e tem algumas restaurações aparentes, o resultado foi bem insignificante. Quase nada!

Já na minha irmã que não tem restauração nenhuma aparecendo e dentes sem nenhum tipo de clareamento o resultado foi o melhor já na primeira aplicação. Como se ela tivesse feito um limpeza e uma primeira sessão de clareamento, para exemplificar.

Estraga os dentes? eu tive medo dele remover o esmalte do dente por ser um pouco abrasivo, mas minha mãe disse que viu matéria sobre carvão ativado no Bem Estar e segundo o especialista não danificava. Assim espero, rs!

No fim das contas ele dá um resultado diferente em cada pessoa, como já era de se esperar, mas com certeza o efeito é cumulativo, e funciona melhor com várias aplicações.

Em resumo eu achei que funciona sim, mas com ressalvas.

Confere agora o vídeo onde mostro minha primeira utilização e também primeiras impressões sobre ele (caso não abra clique aqui): Whitemax funciona!